Entretenimento, Livros

Clube do Livro: Flores Partidas de Karin Slaughter

Oii gente, tudo bom?

Vamos para mais uma dica literária por aqui?! Esse livro é de uma autora que eu não conhecia, mas que já entrou na lista das autoras para ficar de olho.

Peguei esse livro por acaso, pois gostei da capa e da sinopse SOU DESSAS HAHAHAHA e simplesmente fiquei encantada com a forma como a história é conduzida.


Quando Lydia contou para a irmã que o cunhado havia tentado estuprá-la, Claire não acreditou. Dezoito anos depois, porém, tudo o que Claire achava saber sobre o marido se provou uma mentira. Quando vídeos escondidos no computador de Paul mostram uma face terrível do homem que ela julgava conhecer, Lydia percebe que o drama de sua família tem muitas camadas que precisarão ser descobertas antes que a assustadora verdade por fim venha à tona.

 

O começo do livro é um tanto confuso, pois começa sem muitas introduções e cada capítulo vai mudando de personagem. Porém, depois que todos os personagens são apresentados e a ação de fato começa, a história é incrível!

É um livro que mistura suspense, ação, adrenalina e mistério tudo de uma só vez. Gosto de livros que misturem gêneros e conseguem trazer isso de uma forma natural.

Se você gosta de uma boa história de suspense e quer um livro que fuja do clichê, ta aí uma ótima leitura!

Entretenimento, Livros

Livros inspiradores para ler em 2019

Oiii gente, tudo bom?

Uma coisa que gostei muito de fazer no final de 2018 foi ler livros inspiradores. Sempre trago dicas de livros com histórias encantadoras, cheias de mistério ou suspense, pois hoje resolvi trazer a dica de alguns livros de desenvolvimento pessoal que são super inspiradores e perfeitos para começar 2019 com tudo!

O milagre da manhã

Já falei desse livro por aqui, mas volto a indicar. Se você aí está procurando crescer em todas as áreas e atingir um novo nível de excelência, esse livro pode te ajudar. Através de algumas sugestões de novos hábitos, o autor mostra que é possível sim adotar um rotina de desenvolvimento pessoal sem sacrificar outras coisas.

O ano que eu disse sim

Se você é fã de Grey’s Anatomy então já deve conhecer esse livro. Escrito por Shonda Rhimes, o livro é uma espécie de biografia da Shonda contando a experiência dela em um ano que ela resolveu dizer sim. Sim à enfrentar os medos, Sim à cuidar de si, Sim à novas experiências, Sim à banir pessoas tóxicas, sim ao Universo!

A mágica da arrumação

Esse não é só um livro sobre organização física, mas sim sobre organização em geral. É um daqueles livros que faz você querer mudar seus hábitos, rotinas e tirar a organização do papel e transpor para todas as áreas da sua vida.

E então, qual outro livro inspirador você indica para 2019?

Entretenimento, Livros

3 lições que aprendi com O milagre da manhã

Oii gente, tudo bom?

Sempre venho dar dicas de livros que valem a pena ler, mas hoje minha dica vai ser diferente. Recentemente li O Milagre da manhã, um livro de desenvolvimento pessoa que te ensina a como se desenvolver a partir de uma rotina matinal. Li por curiosidade e acabei me encantando, por isso separei algumas lições do livro que valem super a pena conhecer!

A primeira hora do seu dia define como será o dia por um todo

Pode parecer estranho, mas quando você reflete sobre o que você faz na primeira hora do seu dia faz muito sentido essa frase. O que você faz na primeira hora do seu dia? Mexe no celular? Enrola na cama? Reclama? E como fica seu humor depois disso? Para mim é bem claro: quando começo a fazer minhas atividades logo que acordo, me sinto muito mais produtiva. Não to falando de já começar uma reunião as 7 da manhã, mas que tal não ficar 1 hora enrolando no celular vendo a vida perfeita do instagram e apenas levantar, escovar os dentes e tomar um café reforçado?

Gratidão é tudo!

Se teve uma coisa que andei treinando muito esse ano foi a gratidão e esse livro fala muito disso. Gosto sempre de agradecer cada coisa do meu dia todas as noites, isso me faz dormir mais tranquila e com um sentimento bom. Mas já pensou fazer isso todas as manhãs e se sentir renovado? Acredito muito que a gratidão move o mundo, e quanto mais você é grato, mais as coisas fazem sentido para você.

Propósitos vão além de você

Todo mundo tem um propósito de vida, um objetivo e algo que nos move, porém nem sempre isso é claro. Já parou para pensar porque acorda todos os dias? Você tem a escolha de não ir trabalhar, estudar, sair…todos temos escolhas por mais que não pareça. Mas algo te moveu a isso,o seu propósito. Quando falamos de propósito temos que entender que ele transborda e vai além de nós mesmos. Não adianta você ter um propósito, mas conviver com pessoas que tenham propósitos opostos, isso acaba com a gente. Daí vem a afirmação de alguém que suga nossa energia, que não tá na mesma vibe e tudo mais. Viva com pessoas que tenham propósitos semelhantes, assim juntas a energia consegue fluir.

Poderia colocar mais alguns itens que o livro me ensinou, mas esses três já podem mudar bastante nossos velhos hábitos. Então que tal aproveitar o início do ano para uma virada?!

Entretenimento, Livros

Clube do livro: O Colecionador de John Fowles

Oii gente, tudo bom?

Mais um Clube do Livro por aqui, porém a dica de hoje é de uma obra bem diferente do que costumamos ver por aqui. Peguei esse livro por indicação da Bia Jiacomine e achei legal trazer para vocês. É um livro mais psicológico e reflexivo, mas que vale a pena conhecer.

 

O Colecionador é a história de Frederick Clegg, um homem solitário, de origem humilde, menosprezado por uma sociedade esnobe, que encontra o grande amor de sua vida. Tudo o que ele deseja é passar um tempo a sós com ela, demonstrar seus nobres sentimentos e deixar claro que eles nasceram um para o outro. O Colecionador também é a história de Miranda Gray, uma jovem estudante de artes sequestrada por um maníaco que acha que pode obrigá-la a se apaixonar por ele. Tudo o que ela deseja é escapar do cativeiro, e vai usar de toda sua inteligência para sobreviver ao inferno em que sua vida se transformou. O Colecionador é um livro narrado por dois personagens antagônicos: o sequestrador e sua vítima. Ferdinand e Miranda. Todos temos um pouco dos dois dentro de nós, concluímos ao final de suas páginas – quem consegue se desgrudar delas?

O livro foi lançado em 1963, então temos que levar em conta que o tipo de narração e desenvolvimento era bem diferente do que estamos acostumamos hoje em dia. Dividido em duas partes, na primeira vemos o sequestro pela visão do sequestrador e na segunda pela visão da vítima.

Confesso que no começo fiquei meio bodeada com o livro, pois a história se desenrola de uma forma muito lenta e não tem muita ação, é uma história mais parada. Porém apresenta visões bem interessantes e prende o leitor através desse mergulho pela mente dos personagens.

O interessante do livro é ver a diferença entre as visões, mas no final descobrir que ambos apresentam traços de personalidade semelhantes. Recomenda essa leitura para quem procura algo diferente, que gosta de mistério e de conhecer mais a mente humana.

Livros

Clube do livro: A mulher na janela de A. J Finn

Oii gente, tudo bom?

O clube do livro de hoje é de um livro que foi uma surpresa para mim. Confesso que esse não é um livro que a leitura flui fácil e demorei um pouco para realmente ficar vidrada na história, mas que consegue ser super chocante no final.

Peguei esse livro mais por curiosidade do que necessariamente pela história. Isso porque dois autores que eu amo já haviam dito que o livro era maravilhoso, Stephen King e Giulian Flynn.

Anna Fox mora sozinha na bela casa que um dia abrigou sua família feliz. Separada do marido e da filha e sofrendo de uma fobia que a mantém reclusa, ela passa os dias bebendo (muito) vinho, assistindo a filmes antigos, conversando com estranhos na internet e… espionando os vizinhos.

Quando os Russells – pai, mãe e o filho adolescente – se mudam para a casa do outro lado do parque, Anna fica obcecada por aquela família perfeita. Até que certa noite, bisbilhotando através de sua câmera, ela vê na casa deles algo que a deixa aterrorizada e faz seu mundo – e seus segredos chocantes – começar a ruir.

Mas será que o que testemunhou aconteceu mesmo? O que é realidade? O que é imaginação? Existe realmente alguém em perigo? E quem está no controle?

Neste thriller diabolicamente viciante, ninguém – e nada – é o que parece. ‘A mulher na janela’ é um suspense psicológico engenhoso e comovente que remete ao melhor de Hitchcock.

Vou ser sincera, o começo do livro é absurdamente parado e durante muitas páginas eu achei que o livro seria ruim, mas QUE FINAL FOI ESSE BRASIL? De verdade, foi um dos livros mais surpreendentes que eu já li. Daqueles que a gente não dá nada por ele e de repente o livro te dá um soco na cara. A história demora para engrenar, mas depois que engrena toma um rumo que você fica de queixo caído.